domingo, 13 de abril de 2008

Carta para uma ex-namorada



Gostaria que soubesse que durante todo esse tempo em que estivemos juntos, eu nunca deixei de te amar, cada minuto que passava ao seu lado era como se eu estivesse em um mundo diferente, onde não existiam problemas, apenas felicidade. Todos os beijos e abraços que te dei demonstravam a veracidade do meu amor, cada vez que nos amávamos eu me sentia um novo homem e acreditava que poderíamos ficar juntos para sempre. Eu me lembro até hoje do dia em que nos conhecemos, do primeiro beijo que demos, da primeira vez que você disse que me amava, e do jeito desconcertado que fiquei quando ouvi, já que até então ninguém havia me dito aquilo.

Gostaria que soubesse que nunca ninguém me fez tão feliz, e que os meses em que ficamos juntos foram os melhores da minha vida. Embora eu fosse mais velho que você, foi você quem me ensinou a coisa mais importante, me ensinou a amar, me mostrou que os problemas são muito menores do que a nossa vida. Você é capaz de lembrar o quanto nós nos divertíamos juntos? O quanto as horas passavam depressa quando nos encontrávamos?

Eu me lembro, lembro-me de tudo, mas infelizmente lembro-me não só das coisas boas. Lembro-me também que você começou a me tratar mal, que você começou a evitar a passar seu tempo comigo. Logo eu, que fazia tudo pra deixar você feliz. Você não precisava ter mentido para mim, bastava uma simples conversa, um simples “eu não te amo mais”, se é que isso pode ser simples. Mas você preferiu me enganar, preferiu ser desonesta. Você começou a se relacionar com outro, traiu minha confiança. Vocês riam de mim enquanto estavam juntos? Quando você dormia com ele você lembrava que tinha alguém esperando por você? Sua consciência não doía? O meu coração doeu, e muito.

Por isso, gostaria que soubesse mais uma coisa. Eu vou matar você, e seu amante também. Primeiro ele, e você estará olhando enquanto eu acerto uma bala bem atrás da cabeça dele, depois será a sua vez, mas antes eu te darei um último beijo, e então cortarei sua garganta, desgraçada. Eu irei ver você sangrar enquanto sua respiração falha. Só depois que eu fizer isso meu coração estará em paz, ou você achou que iria fazer o que quisesse comigo e ficaria tudo bem? Você vai descobrir que tudo tem um preço, e às vezes o preço é alto demais.
Mas antes de matar você eu quero dizer que embora você seja uma vagabunda eu ainda te amo.


*Vale lembrar que o texto é puramente fictício, tenho ex-namoradas e, além de manter uma relação civilizada com elas, não desejo que nada de mal aconteça com elas, muito pelo contrário.

19 comentários:

Jana Cambuí disse...

Dramático. Mas o drama é belo. Gostei!

Magazine ÓPe disse...

Olá!
Passando pra agradecer-lhe pelo comentário no meu blog.

Abraço

Feliciano Silva disse...

Poxa,é triste mas bem legal,mostra o lado obscuro da dor,da dor de amar alguem e um dia sofrer por isso

adorei e vc escreve muito bem

abraços

coisasqueeuvivendo disse...

Gostei demais.
Quantas veze svários e varias pensaram a mesma coisa mas tiveram medo de dizer, escrever e fazer isto.
Eu escrevi um texto sobre raiva mais ou menos nesta linha, e me deu um alivio imenso escrever. Vc deve ter sentido o mesmo.

Abs
http://coisasqueeuvivendo.blogspot.com

Debora Ferreira disse...

noossaaa ! eu jaah tava pensando que voce era um psicopata louco e suicida... hsaoahoahsiashoashi
briincadeiira ! sei que eh ficticio !
mas as vezes da vontade de fazer isso dá...

p.s.: eu NUNCA fiz isso ;p

Mayna disse...

Ainda bem que o meu ex-namorado não é assim...
Gostei!
http://maynabuco.blogspot.com

DukHell disse...

Gostei.... :D

http://totaldecadencia.blogspot.com/

MatheusS disse...

Gente do céu, hauhau..

Bom, eu tinha várias considerações, mas como o texto é fictício, não iriam adiantar =P

Thiago Borges disse...

Ai medo!
Eu tava já chorando junto com o texto, imaginando alguém com esses sentimentos...

Quando chego no último parágrafo eu fiquei assim =O

SUHASUHAHUSHUAHUSAHUSHUU

excelente texto, parabéns

Estava Perdida no Mar disse...

Caraca...muito bom. Sério mesmo. Adorei. Me lembrou aquelas histórias de corno super cafonas, estilo Wladick Soriano. Adorei

Anônimo disse...

eu adorei a seu carta

Anônimo disse...

poxaaaa perfeitooooo...
adoreiiii.... da até um medooo...
perfect...
PARABENS!

matthews disse...

Adorei, parabéns! Esse texto se resume na minha história com a ex-namorada... eu mandei pra ela, menos o último parágrafo. ASehoiAUSheoiuashe xDD graças a Deus, estamos juntos novamente e muito felizes! <3

Anônimo disse...

porra mlk show...

Anônimo disse...

cara gostei muito boa essa carta vou copia-la......vlw

Alex disse...

Pô cara que irado
maior da hora.começa com todo amor e carinho e termina de maneira dramática. parabéns pelo Blog
flw truta... =X

Anônimo disse...

TA PERFEITO :C

Anônimo disse...

gostei muito as vez palavras faz agenti refreti coisas q ja se passaro com a chenti no passado...

cintia oliver disse...

noss tomei o maior susto kkkkkk mas nao gostei desse final nao,mas apesar disso belas palavras adorei ate escrevi no meu diario bjsss